• +55 (41) 3030-6567
  • secretaria@assembleiadedeuscic.com

Atualize-se / A historia da Escola Dominical

Atualize-se / A historia da Escola Dominical

A historia da Escola Dominical

As origens da Escola Dominical:
O objetivo do ATUALIZA-SE de hoje é contar a historia da EBD como tudo começou, quem iniciou e alguns dos envolvidos nesse abençoado processo que tanto têm abençoado pessoas mundo a fora.

Os desafios.
Em primeiro lugar nossa gratidão aos mestres e mestras que tem posto a mão no arado em prol da ESCOLA DOMINICAL sabemos que não é fácil administrar trabalho vida pessoal familiar e ainda reservar essa abençoada parcela de tempo para o ensino de nossos muitos alunos que freqüentam a EBD. (I Samuel 30:22)

Devemos compreender:
Que o ensino da palavra remonta aos tempos bíblicos quando o Senhor ordenou ao seu povo Israel que ensinasse a Lei de geração a geração. Dessa forma a história do ensino bíblico descortina-se a partir dos dias de Moisés, passando pelos tempos dos reis, dos sacerdotes e dos profetas, do ministério terreno do Senhor Jesus e da Primitiva Igreja. Não fossem esses inícios tão longínquos, não teríamos hoje a Escola Dominical…

E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração;

E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te. (Dt 6,6-7)

Temos aqui uma referencia em Deuteronômio sobre o ensino da palavra de uma forma pedagógica, onde se evidencia o primeiro estagio do ensino…

Porém, antes de fazer um resumo da história da Escola Dominical em sua fase moderna, faz-se necessário lembrarmos-nos dos que contribuíram para o ensino e divulgação da Palavra de Deus.

Porque nisto é verdadeiro o ditado, que um é o que semeia, e outro o que ceifa.

Eu vos enviei a ceifar onde vós não trabalhastes; outros trabalharam, e vós entrastes no seu trabalho. (Jo 4,37-38).
Esse é o nosso tempo de obedecer ao ide de Jesus…

Os chamados pais da Igreja.

• Justino o Mártir. (100 – 165 D.C). Dedicou-se totalmente a expansão e defesa da religião cristã”.
• Clemente de Alexandria (150 – 215 D.C). Teólogo cristão letrado homem culto e que se dedicou a favor dos cristãos.
• Orígenes. (184 – 253 D.C) Ensinador, teólogo que muito contribuiu para a divulgação da palavra de Deus.
• Gregório Nazianzeno. (329 – 389 D.C foi defensor da doutrina da trindade).
• Agostinho de Hipona 354 – 430 D.C que em 386 após ouvir a pregação do evangelho por Placiano e seus amigos contribuiu grandemente para o conhecimento da palavra de Deus.
• E chegamos a Lutero 1483 – 1546, considerado uma das figuras centrais da reforma protestante do século XVI, apesar de todos os seus compromissos ainda encontrava tempo para ensinar a palavra de Deus às crianças, visionário como era sabia que o cheque mate para se garantir as futuras gerações e protegê-las sem duvida era ensinar-lhes a palavra de Deus.

De Lutero o grande reformador em 1500 passamos para o ano de 1700:

John Wesley Foi um anglicano e teólogo cristão britânico, líder precursor do movimento metodista e, ao lado de William Booth, um dos dois maiores avivacionistas da Grã-Bretanha. John Wesley iniciou estudos bíblicos dominicais em Savannah, Geórgia (EUA), em 1737.

John Wesley, desde os primórdios falava do valor da Escola Dominical: Estou convencido de que essas Escolas Dominicais são a instituição mais nobre, vista desde alguns séculos na Europa, e crescerão cada vez mais, contando que os seus professores e dirigentes cumpram seus deveres.

Entre 1763 e 1769, Hannah Ball Moore, uma senhora metodista começou estudos bíblicos dominicais em sua própria casa e, a partir de 1769, nas dependências da Igreja Anglicana.

Na década de 1770, o Ministro Theophilus Lindsey proveu lições bíblicas dominicais em sua igreja, em Londres.

Marco zero:

Onze anos mais tarde, em 1780, em Gloucester, um jornalista metodista, Robert Raikes, criou a primeira Escola Dominical para crianças pobres que viviam abandonadas nas ruas.

As crianças só podiam estudar aos domingos, pois durante a semana trabalhavam até 12 horas diárias. Por isso, Robert Raikes agrupava crianças e adolescentes na rua todos os domingos.
Das 10h às 12h, estudavam matemática, história e inglês.
Das 13h às 17h eram conduzidos à igreja para estudar a Bíblia, conduta moral e ética.
Na época foi uma quebra de paradigma na educação e lhe redeu alguns títulos: “profanador do domingo”, “mestre dos mal trapilhos”, “pai e tutor dos vagabundos malcriados.” Mas a imprensa da época comentava favoravelmente esta iniciativa inédita de Raikes. Por isso, Robert Raikes é conhecido como pai da ESCOLA DOMINICAL.

Até 1831, escolas dominicais na Grã-Bretanha ensinavam semanalmente 1.250.000 crianças, cerca de 25 por cento da população. Como essas escolas precederam a fundação das primeiras escolas públicas para o público em geral, elas são vistas como as precursoras do atual sistema escolar Inglês.

Robert Kalley

No Brasil, a Escola Bíblica Dominical surgiu em 1855, na cidade de Petrópolis, através do casal de missionários escoceses Robert e Sarah Kalley. A primeira aula foi realizada no dia 19 de Agosto de 1855, com apenas 5 pessoas, sendo contada a história de Jonas, mais através de gestos, pois não dominavam o português.

Hoje, 235 anos depois, a ESCOLA DOMINICAL está presente em todos os continentes como a maior agência de ensino do mundo.

Objetivos da EBD.
Ganhar almas para Cristo:
Desenvolver a espiritualidade e caráter cristão dos alunos:
Treinar o cristão para o serviço do Mestre:
Concluindo, conforme esclarece o pastor Antonio Gilberto, o tríplice objetivo se resume em aceitar a Jesus, crescer em Jesus e servir a Jesus. (manual da Escola dominial).

1 – Instruir através de um ensino claro, metódico e continuo da palavra de Deus.

2- Aprimora o crescimento e desenvolvimento na palavra de Deus.

3 – Promove a qualidade bíblica na vida cristã. (Errais, pois em não conhecer – dês as escrituras…)

4- Preparar para desenvolver a obra de Deus com conhecimento.

5- Desenvolver o caráter cristão.

6- Ensinar evangelizar e amar a obra missionária.
7 – Motivar treinar e desenvolve novos talentos para a ceara do Mestre.

8- Fortalecer os laços familiares, e aperfeiçoar a vida conjugal.

CONCLUSÃO

A Escola Dominical e o culto de ensino que determina a qualidade e o nível espiritual da igreja local. (Não o culto publico ou santa ceia…)

E as palavras que me ouviu dizer na presença de muitas testemunhas, confie-as a homens fiéis que sejam também capazes de ensinar outros.

(Tm 2,2).

Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;

Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.
Mateus 28:19-20.

Autor: Pb. Helio Antonio Alves Pereira

Slide – A história da EBDClick aqui para abrir

Atualize-se / A historia da Escola Dominical
Rate this post
ieadcic

2 comments so far

OziasPosted on5:02 am - Jul 29, 2018

Excelente apresentação do nosso mui digno professor presbítero Hélio. Parabéns

Rosana GadioliPosted on2:29 pm - Ago 3, 2018

Estudo realmente esclarecedor ,Deus abençoe RICAMENTE aos irmãos pela dedicação com o estudo da Palavra!
E que venham mais como esses!!!

Leave a Reply