• +55 (41) 3030-6567
  • secretaria@assembleiadedeuscic.com

06/10/2019 – Lição 1 – Conhecendo os Dois Livros de Samuel – 4º Trimestre – Classe Adulto

06/10/2019 – Lição 1 – Conhecendo os Dois Livros de Samuel – 4º Trimestre – Classe Adulto

Lição em Áudio –   Pb. Helio Antonio Alves Pereira
Lição Completa – Áudio

Slides – PDF | Power Point
Lição Completa – PDF

TEXTO ÁUREO
“E disse ela: Ache a tua serva graça em teus olhos. Assim, a mulher se foi seu caminho e comeu, e o seu semblante já não era triste.” (1Sm 1.18)

VERDADE PRÁTICA
Nos livros de Samuel, aprendemos a servir, a adorar e a amar a Deus de todo o coração, apesar das circunstâncias adversas.

LEITURA DIÁRIA
Segunda – 2 Tm 3.16: A Bíblia, por ser inspirada por Deus, fala-nos à alma
Terça – Gn 18.12: Deus abençoa homens e mulheres imperfeitos
Quarta -1 Sm 13: Sempre há bênçãos para quem vai à Casa de Deus
Quinta – Rm 12.19: Não reajamos às provocações
Sexta – 1 Sm 2.12-18: Mantenhamos a fidelidade a Deus, apesar da apostasia reinante
Sábado – Dt 28.1,2: A obediência a Deus é a chave para o verdadeiro sucesso

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
1 Samuel 1.1-8

1 – Houve um homem de Ramataim-Zo-fim, da montanha de Efraim, cujo nome era Elcana, filho de Jeroão, filho de Eliú, filho de Toú, filho deZufe, efrateu.
2 – E este tinha duas mulheres: o nome de uma era Ana, e o nome da outra, Penina; Penina tinha filhos, porém Ana não tinha filhos.
3 – Subia, pois, este homem da sua cidade de ano em ano a adorar e a sacrificar ao SENHOR dos Exércitos, em Siló; e estavam ali os sacerdotes em Siló; e estavam ali os sacerdotes do SENHOR, Hofni e Fineias, os dois filhos de Eli.
4 – E sucedeu que, no dia em que Elcana sacrificava, dava ele porções do sacrifício a Penina, sua mulher, e a todos os seus filhos, e a todas as suas filhas
5 – Porém a Ana dava uma parte excelente, porquanto ele amava Ana; porém o SENHOR lhe tinha cerrado a madre.
6 – E a sua competidora excessivamente a irritava para a embravecer, porquanto o SENHOR lhe tinha cerrado a madre.
7 – E assim o fazia ele de ano em ano; quando ela subia à Casa do SENHOR, assim a outra a irritava; pelo que chorava e não comia.
8 – Então, Elcana, seu marido, lhe disse: Ana, por que choras? E por que não comes? E por que está mal o teu coração? Não te sou eu melhor do que dez filhos?

INTRODUÇÃO
Neste trimestre, estudaremos os livros históricos de 1 e 2 Samuel. Veremos que eles mostram como Deus escolhia homens para reinar sobre Israel. A partir de seus personagens principais – Samuel, Saul e Davi-, perceberemos que os líderes do passado não eram infalíveis.

I – CONTEXTO HISTÓRICO DE 1 E 2 SAMUEL

  1. A originalidade de Samuel.
    Originalmente, os livros de 1 e 2 Samuel formavam uma só obra, assim como 1 e 2 Reis e 1 e 2 Crônicas. Os livros de 1 e 2 Samuel formam uma narrativa que trata da história de Israel, a partir de sua entrada em Canaã (XII a.C.) até ao cativeiro na Babilônia (587-586 a.C.). Eles não são apenas registros de fatos e de pessoas do passado, mas são a Palavra de Deus indispensável ao nosso ensino, edificação e consolação (2 Tm 3.16).
  2. Os personagens principais do livro.
    Há vários personagens importantes nesses livros, mas dentre eles, três se destacam: Samuel, o profeta; Saul, o primeiro rei de Israel; e Davi, o homem segundo o coração de Deus. A partir desses homens, os livros de Samuel, como os demais da Bíblia, evidenciam o cuidado especial de Deus, bem como suas disciplinas, justiça e misericórdia, a fim de polir a vida dos reis e do povo hebreu, conforme seus propósitos (Tt 2.14; Hb 12.10).
  3. O propósito de 1 e 2 Samuel.
    O propósito de 1 e 2 Samuel é relatar a história do reinado de Israel, partindo do estado de anarquia” para a monarquia teocrática (Jz 21.25; cf. 1 Sm 10.1). Uma das lições mais preciosas que esses livros nos ensinam é que o “obedecer é melhor do que o sacrificar” (1 Sm 15.22).

II – AUTORIA E DATA

  1. Título e autor.
    O nome de Samuel significa “nome de Deus” e o título dos livros que levam o seu nome revela uma figura protagonista para contar a história do povo de Deus. Segundo alguns estudiosos do Antigo Testamento, e do aspecto externo dos livros, as duas obras são anônimas, assim como os outros livros históricos. Entretanto, de acordo com os capítulos 1 ao 24 de 1 Samuel, o filho de Ana pode ser apontado como autor, e os demais capítulos, atribuídos aos profetas Natã e Gade. Esse fato é possível, pois de acordo com o aspecto interno dos livros históricos, os autores sagrados quase sempre eram testemunhas oculares dos eventos que se sucediam (1 Cr 29.29).
  2. A data dos livros.
    Os estudiosos apresentam as datas entre 1.100 e 970 a.C. Essa data marca os acontecimentos históricos desde o nascimento de Samuel ao término do reinado de Davi. Assim, crê-se que Samuel nasceu em aproximadamente 1.100 a.C., e começou a exercer a função de líder provavelmente no ano 1.070, depois de cinco anos que o sacerdote Eli havia morrido. Os especialistas do Antigo Testamento afirmam que o reinado de Davi foi entre 1.010 e 970 a.C., assim, podemos avaliar que o período geral dos livros de 1 e 2 Samuel é de aproximadamente 130 anos.
  3. A situação espiritual.
    Samuel cresceu em Siló. Nesse lugar praticavam-se os mais degradantes pecados pelos filhos do sacerdote Eli. A idolatria e a imoralidade eram os pecados dominantes na nação (1 Sm 7.3). Em Israel, o sacerdote do povo era Eli, mas ele se deixou levar pelos filhos, honrando-os mais que ao Senhor Deus. Ele não lhes aplicou a disciplina necessária, mesmo sabendo de todos os atos pecaminosos de seus filhos (1 Sm 2.29). Esse quadro desolador gerou consequências espirituais irreparáveis ao povo de Israel: religiosidade aparente, espiritualidade superficial e um sacerdócio descomprometido com Deus (1 Sm 2.22,23).

III – A TEOLOGIA NOS LIVROS DE SAMUEL

  1. Profecias cumpridas.
    Eruditos concordam que há ensinos robustos na estrutura textual dos livros de 1 e 2 Samuel. Por exemplo, profecias cumpridas na história e mudanças que ocorreram na estrutura social da nação estão patentes em 1 Samuel 7 e 12, e 2 Samuel 17.
  2. Em busca de um rei.
    Samuel era um líder preocupado com o crescimento espiritual da nação. Por isso ele está presente no momento em que o povo israelita pede para si um rei. Como homem de Deus, Samuel declara sua sinceridade, transparência e retidão no exercício sacerdotal (1 Sm 12.1-5). Assim, ele pediu que o povo considerasse o que o Altíssimo havia feito por eles, mesmo diante do ato de rebelião contra Deus (1 Sm 12.24).
  3. Os alicerces da dinastia davídica.
    No capítulo 7 de 2 Samuel há o estabelecimento profético da dinastia de Davi. Ela surge pela ordem do Senhor. A Bíblia mostra que não obedecer a vontade de Deus levou muitos reis a tornarem-se escravos deportados e, depois, assassinados, como aconteceu com Joaquim e Zedequias (2 Rs 24.12; Jr 39.7). Assim, a quebra da aliança no período monárquico trouxe graves consequências para o povo de Deus: o templo foi destruído, assim como as muralhas da cidade, e os israelitas foram humilhados em terras estranhas.

IV – SAMUEL: O DIVISOR DE ÁGUAS

  1. Um momento de crise espiritual.
    Samuel aparece no cenário bíblico veterotestamentário num momento de uma grande crise espiritual. O trabalho desse servo do Senhor não seria fácil, pois ele desempenharia um papel fundamental na transição do período dos juízes para a monarquia. Assim, ele orientou o povo para promover a construção de uma unidade nacional e espiritual. 0 profeta, juiz e sacerdote Samuel foi o homem a quem Deus escolheu para falar, julgar e representar a nação de Israel, o povo escolhido por Deus (Lv 20.24,26).
  2. O líder Samuel.
    Samuel fechou o ciclo dos juízes. Ele contribuiu grandemente para a nação de Israel ao estabelecer os alicerces do ofício profético, preservar o sacerdócio e estruturar a base espiritual do sistema monárquico (1 Sm 3.15-21; 2.18; 8.10-22). Posteriormente, profetas mais novos herdariam o modelo espiritual deixado por Samuel, bem como todo um conjunto de conselhos para a casa real de Israel.
    Com Samuel, aprendemos que a chave para alcançar estabilidade e prosperidade no ministério é confiar em Deus e depender de seu favor.

CONCLUSÃO
Os livros de 1 e 2 Samuel apresentam a narrativa histórica da transição do período dos juízes para a monarquia dinástica. As muitas histórias apresentadas nesses livros revelam os erros e os acertos de líderes humanos, mas, ao mesmo tempo, revela o quanto Deus trabalha pelo seu povo.

PARA REFLETIR
A respeito de “Conhecendo os dois Livros de Samuel” responda:

• Quando aconteceu a divisão entre os livros de 1 e 2 Samuel?

A divisão desses dois livros aconteceu quando da tradução do hebraico para o grego, conhecida por Septuaginta.

• Quais são os personagens principais do livro?

Há vários personagens importantes nesses livros, mas dentre eles, três se destacam: Samuel, o profeta; Saul, o primeiro rei de Israel; Davi, o homem segundo o coração de Deus.

• Qual o propósito de 1 e 2 Samuel?

0 propósito de 1 e 2 Samuel é relatar a história do reinado de Israel, partindo do estado de anarquia para a monarquia teocrática (Jz 21.25; cf. 1 Sm 10.1).

• Quem é o autor de 1 e 2 Samuel?

Segundo os estudiosos do Antigo Testamento, e do aspecto externo dos livros, as duas obras são anônimas, assim como os outros livros históricos. Entretanto, de acordo com os capítulos 1 ao 24 de 1 Samuel, o filho de Ana pode ser apontado como autor, e os demais capítulos, atribuídos aos profetas Natã e Gade.

• O que há em 2 Samuel 7, ordenado pelo Senhor?

No capítulo 7 de 2 Samuel há o estabelecimento profético da dinastia de Davi. Ela surge pela ordem do Senhor.

Fonte: https://sub-ebd.blogspot.com/2019/08/licao-1-conhecendo-os-dois-livros-de-samuel.html

ieadcic

2 comments so far

monica simone felix da silva mouraPosted on4:13 pm - Out 7, 2019

amo a escola dominical, a cada trimestre me apaixono mais pela a maravilhosa palavra de Deus; se todos soubessem nunca faltaria a escola dominical é uma grande faculdade do crente…………
,

Leave a Reply

AfrikaansChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish